Resenha #58: A Barraca do Beijo

by - janeiro 22, 2020

" Vamos dar o melhor de nós e esperar pelo melhor."

Autor(a): Beth Reekles
Editora: Astral Cultural
Páginas: 336
Publicação: 2018


ELLE EVANS é o que toda garota quer ser: bonita e popular. Mas ela nunca foi beijada. NOAH FLYNN é lindo e um tanto quando bad boy - tá, o maior bad boy da escola - e o rei dos joguinhos de sedução. A verdade é que Elle sempre teve uma queda pelo jeito descolado de Noah, que, por coincidência, é o irmão mais velho de seu melhor amigo, Lee. Essa paixão cresce ainda mais quando Elle e Lee decidem organizar uma barraca do beijo no festival da Primavera da escola e Noah acaba aparecendo por lá. Mas o romance desses dois está bem longe de ser um conto de fadas. Será que Elle vai acabar com o coração partido ou conseguirá conquistar de vez o bad boy Noah?


Rochelle Evans e Lee Flynn são melhores amigos, os dois são inseparáveis se consideram gêmeos porque nasceram no mesmo dia e com poucos minutos de diferença. Elle e Lee conversam com todos em sua escola, por serem simpáticos e muito divertidos.
Elle tem um crush no irmão mais velho de Lee, Noah Flynn o típico bad boy se mete em confusões, pilota uma moto e é controlador não deixa que nenhum garoto se aproxime de Elle, super protetor, mas ao mesmo tempo muito gentil.
O que mais me deixava irritada nesse livro é o fato de que Lee sentia – se trocado por Elle quando ela e Noah começaram algo, dizia todas as vezes que o irmão dele a machucaria quebraria o coração dela, isso me deixou frustrada e sem vontades de continuar o livro, mas terminei-o.
A escrita de Beth Reekles é fluída e muito divertida, com uma linguagem atual, a leitura é rápida, mas não te deixa pedindo mais. Não tem acontecimentos tão conflitantes, só quando Lee descobre que sua melhor amiga e seu irmão estão se relacionando, mas não dura muito tempo.
Amo o estilo de Noah o fato de ele crescer como personagem, conseguir acompanhar essa evolução ao longo do livro, o personagem que conquistou meu coração porque amo bad boy e um clichê. Em minha opinião Noah e Elle deveriam ter ficado juntos antes, acertarem – se e terem uma história, assim como aconteceu com Rachel e Lee.
A história ao todo é incrível, o clichê do bad boy que se apaixona pela mocinha e acaba mudando um pouco sua personalidade, esse contexto dá um livro incrível, mas o fato de Lee se incomodar com o casal e toda a escola perguntar sobre esse casal me deixou um pouco cansada do livro, por isso avalio com três estrelas.




Você posde gostar também:

5 comentários. Clique aqui para comentar!

  1. Eu não li o livro porque ele não faz meu estilo, mas eu assisti a adaptação dele na netflix e eu concordo com você, no filme o casal também é um pouco cansativo, algo que me atrapalhou pra gostar do filme.
    Não sei se me arriscaria a ler o livro. Adorei sua resenha!!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Gosto de ver a repercussão desse livro em leitoras, principalmente quando vejo pessoas que começaram a ler por causa dele. Mas infelizmente este livro tem alguns pontos que me incomodam tanto, mas tanto, que tento passar longe dele kkk

    Silviane, blog Memento Mori• Siga no Instagram: @kzmirobooks

    ResponderExcluir
  3. Oi Duda.

    Eu tinha muita curiosidade de ler este livro, pois li algumas resenhas bem positivas sobre ele. Mas assisti o filme e fiquei com a sensação de satisfeita, mesmo gostando de histórias de bad boy apaixonado pela mocinha. Caso apareça uma chance, eu leio, mas não é uma leitura que tenha prioridade.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Lembro de ter visto várias pessoas elogiando o livro e o filme, mas confesso que não é uma leitura que faz meu estilo. Não tenho muita paciência para personagens adolescentes, já que a maioria de suas atitudes me parecem infantis demais ou às vezes até sem noção. Mas é uma pena que o livro não tenha lhe agradado.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir