Páginas

Resenha #41: A Lua De Mel

" Todos temos momentos especiais de definição que nos colocam em um caminho". 

Autor(a): Sophie Kinsella
Editora: Galera Record
Páginas: 496
Publicação: 2013 

Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas. 

Lottie Gravaney é uma mulher bem – sucedida,  que está em um relacionamento perfeito e pronto para dar o segundo passo, o casamento, ela acha que seu namorado, Richard, irá fazer o pedido de casamento, mas não é isso que acontece, não tem pedido algum e ela decide terminar o relacionamento, porque aos 33 anos ela quer casar,ter filhos e essa não parece ser a pretensão de Richard.
Esse livro nos faz dar muitas risadas pelas situações que Lottie passa, um antigo namorado dela aparece, Ben Parr, os dois decidem se encontrar em um restaurante, Ben e ela começam a ter lembranças do passado e juntos começam a pensa em um futuro, Ben a lembra de um pacto que eles fizeram: se os dois aos 30 anos de idade não estivessem casado com outras pessoas, eles se casariam.
Lottie tem uma irmã mais velha, Fliss que é super protetora, após o rompimento com Richard, Fliss está preparada para mais uma escolha infeliz, como ela mesma chama, de Lottie, ás duas tem uma forte conexão e quando Lottie conta que está noiva, Fliss acredita que Richard tenha se arrependido e feito o tão esperado pedido de casamento, mas na verdade quem fez um pedido foi Ben, o que deixa Fliss confusa, por que quem é Ben?
Ben e Lottie se casam e saem de lua de mel para a ilha de Ikonos, Grécia, onde eles se conheceram quando jovens, Lottie faz um voto de castidade, que eles só irão transar a partir do momento que casarem, então será na noite de núpcias, só que Fliss tenta impedir de todas ás formas que esse casamento seja consumado porque sabe que essa foi uma escolha infeliz da irmã.
Os dois acreditam que voltando para a pensão onde se conheceram tudo irá ficar bem e também que poderão selar o amor deles lá, só que Sarah um antigo caso de Ben aparece e bom tudo desanda, mas mesmo assim eles tentam ter a noite de núpcias, Fliss cai na real que não tem que controlar a vida de sua irmã, então ela os deixa para tentar ter a noite tão esperada.
Um livro que parece clichê, mas na verdade de clichê não tem nada, as situações que Fliss e Lottie se metem são tão engraçadas, um ótimo livro para ler e gargalhar alto, quem nunca fez uma escolha infeliz como Lottie? E quem nunca protegeu tanto uma pessoa que você ama? Fliss está saindo de um divórcio conturbado e não quer que sua irmã passe por tudo o que ela passou, Lottie acabou de sair de um relacionamento e quer ser feliz, que erro há nisso?



Resenha #40: Alice

" Nós que deixamos de perceber a felicidade porque nos concentramos demais na tristeza".

Autor(a): Leticia Pinho
Editora: Multifoco
Páginas: 404
Publicação: 2015

Alice Holloway conheceu Max Rossi quando era pequena, em um tempo em que ir para a escola era um perigo para seu lado emocional, graças aos seus óculos fundo de garrafa e seu aparelho horrível. O garoto foi um anjo da guarda para ela, mas a vida de Max sofre uma reviravolta e ele abandona a escola por um tempo. Quando volta, Alice está com uma aparência totalmente diferente; ele parece não reconhecê-la. Então, aquele garoto fofo vira um garoto popular, namorado de Juliet Campbell e tudo vai por água abaixo. Mas o destino dá voltas, ah, ele dá sim, e os dois voltam a ser grandes amigos, mas não é o que Alice quer, decidida a não se machucar, ela se afasta dele, sem saber que as feridas já haviam sido criadas. É quando o garoto novo entra no colégio, Lyen Evans, pronto para consolá-la, e quem sabe roubar seu coração. E assim, a vida de Alice vira de cabeça para baixo.


Alice Holloway sempre foi àquela garota que não chama atenção, nem pela beleza, nem pela sua inteligência e nem popularidade, ela sempre teve um sentimento por Max Rossi desde quando eles eram pequenos, a mãe de Max morreu e por conta disso ele deixou a escola por um tempo e voltou totalmente diferente e ele não reconhecia mais Alice.
Alice nesses oito anos que ele não freqüentava mais a escola tirou o aparelho e os óculos, Max quando voltou tentou procurá-la e não a encontrou, ele começa a namorar Juliet Campbell, quando Max e Alice se encontram voltam a serem os mesmos como se nada tivesse acontecido.
Juliet não gosta nada dessa aproximação, ela faz de tudo para não deixar o namorado Max perto de Alice, já Alice acredita que Max a ama e por isso acaba se afastando para não causar separação entre o casal. Mesmo que Alice odeie Juliet, ela sabe que Max a ama e que faz de tudo pela felicidade da namorada. 
Com o afastamento Alice acaba conhecendo Lyen Evans o garoto novo na escola, os dois acabam se aproximando e virando melhores amigos, aos poucos Lyen vai conquistando o coração de Alice fazendo com quê ela esqueça o Max. 
Mas será que é tão fácil esquecer alguém? Alice fica confusa, ter que decidir entre Max e Lyen, aquele que a machucou ou aquele que curou as feridas? Difícil decisão. As amigas de Alice a ajudam muito nesse sentido e a união entre elas é tão notável, se uma sofre todas sofrem juntas. 
Max e Alice irão se aproximar novamente? E Lyen aonde irá se encaixar? Seria um triângulo amoroso, ou apenas uma menina confusa? Alice é um livro que irá te surpreender não se engane nada é o que parece. 
Lyen ou Max? 





Essa é você


Quando todas ás incertezas baterem, irei te dar uma única certeza a que ficarei ao seu lado, te ajudando a lidar com todas elas, da mesma forma que você sempre fica ao meu, sei que agora tudo deve estar bem confuso aí dentro, mas prometo que irei te ajudar a desenrolar todos o emaranhando do seu coração. 
Sinto que o que temos irá durar para sempre, assim espero, que nossos filhos brinquem juntos, que possamos morar-nos mesmos lugares, como já dissemos um dia, você sabe que onde eu for o que eu fizer você estará comigo. 
É sempre tão fácil contar as coisas para você, toda a sua essência faz com quê as pessoas se aproximem de ti, faz com que ás pessoas te ame desde a primeira vez, isso é assustador, mas que elas não venham abusar da sua ingenuidade. Que eu possa acompanhar todas ás fases da sua vida, todas ás suas conquistas. 
Tenho certeza que a pessoa certa para você verá o quão incrível você é, o quanto você se entrega, quando torna as dores de qualquer um ás suas, se alguém está passando por algo você passa junto, essa é você. Orgulho-me de ter você na minha vida.
Quero muito que você seja feliz e que nada venha te machucar, por favor, pare com os "eu estou bem", quando na verdade sabemos que não tem nada bem, e principalmente, pare com os "eu estou normal" quando você está com ciúme e raiva, que você a partir de hoje não esconda mais o que sente. 
O seu jeito de ouvir os problemas e de tentar achar uma solução para todos eles mesmos nem sendo seu você é a melhor ouvinte que alguém poderia ter que a pessoa que case com você enxergue toda a sua essência, que ela possa ser tudo o que você sonha e pede. Obrigada por ser assim, obrigada por ser você! 


Resenha #39: O Mistério de Boa Esperança

" Como se as suas metas fossem apenas uma questão de tempo".

Autor(a): Dan Folter
Editora: Chiado
Páginas: 246
Publicação: 2016

Estranhos desaparecimentos estão acontecendo na pequena cidade de Boa Esperança da Serra. Primeiro foram os animais, depois pessoas também começaram a sumir misteriosamente.
Quando quatro rapazes chegam ao local em férias e um deles é acusado pelos crimes, eles precisarão embarcar numa aventura desesperada contra o tempo para solucionar os mistérios e provar sua inocência.


O nome do livro já diz tudo, é um mistério que se passa em uma cidade chamada Boa Esperança, Daniel um dos protagonistas quer um lugar onde possa descansar e tirar boas fotos, ele quer umas férias. Ele convida seu amigo Fernando para acompanhá-lo, mas Fernando não consegue ir por conta de não ter dinheiro. 
Fernando decepcionado por não conseguir voltar à cidade natal comenta com o amigo Valter, o terceiro amigo tem a ideia de eles irem a cidade de carona com o pai, Fernando e Valter convidam o amigo Wagner para os acompanhar.
Todos eles ouvem falar sobre o mistério que está rolando na cidade de Boa Esperança, animais estão sendo encontrados mortos e sem nenhuma gota de sangue em seus corpos, muitos acreditam que a cidade está vivendo um ataque. 
Chegando a cidade eles são envolvidos pelos boatos de quê a cidade tem alguns moradores estranhos, alguns acreditam que a cidade está sofrendo esses ataques por vampiros, outros acreditam que é invenção de pessoas sem ter o que fazer, mas todos eles querem uma resposta.
Os garotos encontram pistas com a ajuda de uma jornalista, Juliana, o mistério só aumenta principalmente depois que uma menina próxima ao grupo desaparece, todos eles tentam achar respostas que as autoridades da cidade não acham. 
O quão envolvido esse grupo está? Já que estão na cidade apenas por lazer, porque tudo isso está acontecendo? Serão os vampiros os culpados? Então porque a menina encontrada não se lembra de absolutamente nada que lhe aconteceu? Mistérios demais para uma cidade tão pequena quanto Boa Esperança. 





Rosas


Nada na vida será um mar de rosas, mas devemos aprender a nadar nas pétalas. Todas as rosas têm espinhos, quando não tomamos cuidado, eles nos machucam e deixam algumas cicatrizes profundas que são necessárias para experiência em nossas vidas.
Você admira a beleza das rosas, assim são todas as outras flores, juntas elas formam um belo jardim, não importa que elas sejam outras flores, mas continuarão deixando o jardim lindo e todo colorido, a diferença de espécie não importa, o importante aqui é o jardim ser belo.
Se você nunca recebeu flores, dê flores, elas são presentes para a alma, mostra que a pessoa que a recebeu faz a sua vida florescer, não deixe de presentear as pessoas com flores, você já viu alguém ficar triste recebendo uma flor? Não cometa o erro de só dar flores quando a pessoa está morta, flor é vida e deve ser dada em vida. 
Nunca deixe que as flores murchem, ajude a pessoa a cuidar, quem ama as rosas suporta todos os seus espinhos até mesmo aqueles que causam as cicatrizes profundas, toda flor merece ser cuidada especialmente ás com espinhos, ás que têm espinhos são para se proteger.
Que você não se encante somente pela beleza, se encante pelo cheiro, pela sua forma única, pela suas características e principalmente, pelos seus espinhos, que tudo isso faça com quê você se apaixone pela flor e não fuja dela. Conheça mais e se encante ainda mais.
Cada flor tem sua diferença, tem que haver essa diferença, por que se todas fossem iguais não teria graça, lírios são tão lindos quanto às rosas, tulipas, margaridas, você pode escolher a flor que quiser e mesmo assim será agraciado pelo seu encanto. Prefiro a rosa com todos os seus defeitos, mas com toda a sua beleza. Eu sou a rosa e bem, você é o meu espinho. 


Pré - venda: Estesia

Hello, hoje eu trago para vocês mais uma incrível novidade, a pré - venda do livro: Estesia -  Perla de Castro. Perla ama poesias e escrever, decidiu assim unir as duas coisas que ama e escreveu esse livro incrível, cheio de frases inspiradoras que tenho certeza que você irá se encantar assim como eu já estou, o livro será lançado em Julho no evento da Revista Litere-se onde a Perla é a dona da revista, o evento será nos dias  13,14,15, espero ver vocês lá, quando eu tiver a informação do local venho contar aqui. 

Venho compartilhar a capa do livro com vocês, vejam se não é a coisa mais linda, tem roxo, que é a minha cor favorita e eu amei a capa por conta disso. Se você deseja adquirir o livro é só entrar aqui.

 Estesia, capacidade de perceber sensações; sensibilidade. Habilidade de enxergar beleza. É de sensações que este livro é feito. E também de beleza nas pequenas coisas, até na tristeza.São poesias que cantam aos ventos com voz terna e tempestuosa suas saudades, sentimentos, amores e desamores…Voz essa que ora chega com calma aos corações, ora como ventania que lhe vira do avesso. 
Poesias sobre mares revoltos e calmos cujas ondas chegam ao cinza do asfalto e banham vidros espelhados dos edifícios mais altos.Palavras com vidas próprias, vindas das várias faces de mim e do mundo à minha volta…Nessas palavras sou eu, é tu, é ninguém. Foram poesias que nasceram entre o dormir e o acordar e outras da simples magia do criar.
Vou deixar vocês com alguns quotes desse livro maravilhoso...

" Viajando através das telas
Levam-me os pincéis 
A todos os lugares
Onde não me levam meus pés".

"Distância 
Parte fora de mim
Um não 
Que anseia ser sim".

" Porque é tão difícil 
Te ter aqui?
Será tudo ilusão?
Uma criação 
Feito de palavras 
Acho que te construí em vão".

A Autora:

Perla de Castro, 25 anos, nasceu no Rio de Janeiro, Virginiana, ama escrever e transferir para o papel o seu sentimento, tudo aquilo que está sentindo, dona da revista Litere-se e essa será sua primeira obra em um livro físico. Esse será um grande lançamento da Editora Maresia e será um sucesso.

Faça já o pedido do seu livro, antes que esgote e se apaixone!

Redes sociais:





#Autorando: Rebecca Romero

Hello, hoje eu trago para vocês o novo quadro do blog #Autorando, esse quadro será onde eu irei trazer para vocês entrevistas com autores, espero que vocês gostem dessa novidade, hoje eu vou começar com a  Rebecca Romero, autora de Marketing & Amor. Então, vamos lá.

1 – Quais são as maiores dificuldades que você enfrentou escrevendo “Marketing & Amor”?
As cenas de sexo lol. Como antes, eu só escrevia YA e o gênero não pode ter cenas de sexo explícitas, eu não tinha muita experiência para escrever essas cenas. M&A foi um desafio nisso.

2 – Você tem um Elijah em sua vida? Se sim, você se inspirou nele para criar o personagem?
Haha quem dera. Não tenho um Elijah, mas sei que ele existe por aí.

3 – Você tem algo em comum com algum dos personagens?
Cada personagem meu, é um pedaço de mim. Opiniões, jeito, etc. Por exemplo: Elijah sofre de depressão e eu sofro de depressão. Margot já sofreu de ansiedade e eu sofro de ansiedade.Há muito mais detalhes.

4 – Qual foi a sua maior inspiração para escrever esse livro?
Meu desejo de ser independente, minha paixão por New York City, e minha necessidade de sentir paz.

5 – Qual a parte mais difícil de ter um livro? Os bloqueios, a divulgação, ás críticas...
A divulgação LOL. Desde de 2016, estou tentando com M&A. Só há pouco tempo que consegui pessoas para me ajudarem sobre como ser autora, aí estou conseguindo me soltar mais.


6 – Algum autor te inspira?
Antigamente, eu queria me inspirar em autores, narrar tipo eles e tal, mas estou aos poucos aceitando que é melhor eu ter meu próprio estilo. Mas morro de vontade de saber escrever cenas de sexo como as autoras AlishaRai, Tiffany Reisz e Courtney Milan haha

7 – Qual seu conselho para as mulheres leitoras que gostariam de ser como a Margot?
Reagan, sobrinha da Margot, tem uma mensagem para vocês:
“Vencer na vida significa ser quem você quiser ser. Eu sou a minha pessoa, não da sociedade. O mundo é meu.”

8 – O que você acha da mensagem que o seu livro transmite?
Muitas. Meus livros vão sempre abordar vários assuntos. Mas, resumindo: a mensagem geral de Marketing & Amor é que nós todos estamos conectados de alguma forma.

9 – Quem foi que mais te ajudou ao escrever o livro?
Minhas amigas, com o apoio delas, e quando tiravam uma dúvida e outra. Mas M&A, infelizmente, foi um livro bastante sozinho. Não tive nem Beta Reader. Nem sabia o que era isso, na época que estava escrevendo ele. Mas agora, meus livros estão tendo Beta Readers e ter contato com leitores me ajuda divinamente.

10 – Qual a mensagem que você deixa para os leitores do blog Palavras Perdidas?
Tentem não perder suas palavras xD Fui aprendendo que ficar calada só vai lhe fazer mal.

11 – Você acredita que a depressão tem cura? E a ansiedade?
Sim. É uma luta exaustiva e dolorosa, mas as doenças têm cura.

12 – Porque New York City?
Porque eu sinto como se tudo fosse possível lá. Margot várias vezes explica também seu amor por NYC. Espero que vocês se sintam como ela.

Essa foi a entrevista com a linda Rebecca Romero, você pode acompanhar ela nas redes sociais dela, FacebookPinterest e também a loja virtual onde você encontra algumas coisas do livro e também onde está vendendo o próprio livro. Quero agradecer a ela por essa oportunidade. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...